Fernando Llano/AP
Fernando Llano/AP

Neymaradona? Até Argentina se rende

Título do diário 'Olé' resume a atuação do astro na seleção sub-20 em seu 1.º jogo no ano

Wagner Vilaron, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2011 | 00h00

Quem gosta do bom futebol está em festa. No Peru, onde o povo é apaixonado pelo esporte mais popular do mundo, só se fala em Neymar. A atuação de gala, coroada com os quatro gols (o último um autêntico representante da categoria "de placa") na vitória por 4 a 2 sobre o Paraguai, em Tacna, jogo que marcou a estreia dos brasileiros no Sul-Americano sub-20, transformou o atacante brasileiro, que já era o mais badalado, na estrela absoluta da competição. A disputa definirá os dois representantes do continente nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

E o feito do santista não ficou restrito ao noticiário local. Geralmente crítico e comumente sarcástico com o futebol brasileiro, o jornal Olé, principal diário esportivo da Argentina, curvou-se diante do talento de Neymar. Sem a menor cerimônia, a publicação estampou o título "Neymaradona" ao comparar o garoto brasileiro ao maior ídolo do país vizinho, Diego Armando Maradona. Até mesmo o astro da seleção brasileira se surpreendeu com a devoção... "Nossa, o que é isso?", surpreendeu-se ao saber da notícia. "Fico muito lisonjeado, mesmo porque não é muito comum um jornal argentino elogiar um jogador brasileiro."

Neymar passou a terça sob intenso paparico. De tudo quanto era lado apareciam elogios, cumprimentos e tapinhas nas costas. E não vinham apenas de fãs, mesmo porque o regime de concentração da delegação brasileira não possibilita esse tipo de contato mais direto com os torcedores. A maior parte dos comentários partia dos próprios integrantes do grupo. "Ele é muito diferenciado, faz de tudo em campo", observou o técnico Ney Franco, com um ar de quem, mesmo ciente do potencial do atleta, ainda assim estava surpreso com seu rendimento no primeiro jogo. "Veja o quarto gol, foi uma pintura. Ele [Neymar] deu o toque de esquerda, mas é destro. Realmente enche os olhos."

Os brasileiros divertiam-se também ao analisar a reação dos colombianos, com quem dividem o hotel. Se antes de o Pré-olímpico começar os próximos adversários do Brasil encaravam Neymar com uma mistura de curiosidade e admiração, hoje o semblante está mais para preocupação e medo. Isso pode ser constatado nas conversas e nos olhares discretos para o brasileiro nas vezes em que se encontram no lobby. Brasil e Colômbia se enfrentam no início da madrugada de sexta-feira, à 0h10 (de Brasília), em Tacna, pela segunda rodada do Grupo B. Na estreia, os colombianos decepcionaram e ficaram no 1 a 1 com o Equador.

Objetivo claro. Nem em seus sonhos mais espetaculares Neymar imaginou marcar quatro gols com a camisa da seleção. O feito individual, porém, não parece ter desfocado o craque. "Nem esperava isso. Esperava uma estreia com o Brasil vencendo, mas fazer quatro gols foi maravilhoso. Foi uma das melhores atuações da carreira", afirmou, em entrevista ao SporTV. "Mas em 2011 espero seguir conquistando objetivos. E o primeiro da temporada é o título sul-americano." Nem mesmo a violência dos rivais parece incomodá-lo. Mas existe um assunto no meio de tanta badalação e elogios que preocupa o torcedor brasileiro, especialmente o santista. Com tanto sucesso, seria inevitável uma transferência para o futebol europeu na próxima janela, já que na última ele recusou proposta milionária do Chelsea. "Espero que tenha assédio. Se falar que não haverá, é mentira", afirmou. "Mas também espero permanecer no Santos por toda a temporada."

REPERCUSSÃO INTERNACIONAL

ÚLTIMA HORA (Paraguai)

Que Pesadelo!

" Poesia, fantasia e alegria definem a magia de Neymar, que, sob o ritmo de dança, deu ao Brasil uma vitória contundente"

OLÉ (Argentina)

Neymaradona

"Abre o olho, Perazzo [Valter Perazzo, técnico da seleção argentina sub-20]! Neymar, a estrelinha do Santos e nova promessa do futebol brasileiro, começou o Sul-Americano com tudo: fez quatro gols contra o Paraguai nos 4 a 2 para a seleção contra os guaranis. O Brasil dançou ao ritmo de Neymar. Depois do assédio europeu, o Santos fixou sua multa em 30 milhões de euros, no ano passado. Ele já está justificando esse preço. "

ABC COLOR (Paraguai)

E o Paraguai começou o jogo pressionando

"A seleção alvirrubra deu muitos espaços na defesa e Neymar literalmente passeou em campo"

AGÊNCIA EFE (Espanha)

Neymar enche de magia o Sul-Americano Sub-20

"Neymar confirmou que não são exagerados os elogios que lhe fazem, provocando uma verdadeira batalha entre as grandes equipes do mundo para contratá-lo. O Paraguai pouco pôde fazer na derrota por 4 a 2 diante da magia da nova estrela do futebol brasileiro. Seu quarto gol representa um momento mágico do futebol. O Brasil é mais do que favorito à conquista do título no Sul-Americano."

LA REPUBLICA (Peru)

Ele faz a diferença

"Neymar foi um diamante que iluminou o caminho do Brasil. O Brasil é Neymar e mais dez"

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.