Nico Rosberg promete briga em Silverstone, mas alerta: 'nunca queremos colidir'

Quase uma semana após o acidente na última volta que o levou da primeira para a quarta posição no GP da Áustria, Nico Rosberg afirmou neste sábado que promete brigar naturalmente pela vitória no GP da Inglaterra deste domingo. Na temporada de 2016, o alemão tem protagonizado cenas de disputa que acabaram em toques entre os carros com o companheiro de Mercedes, o inglês Lewis Hamilton.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

09 de julho de 2016 | 16h52

"Nós nunca queremos colidir e nunca tentamos bater um no outro. Nós estamos lutando e tentamos evitar as colisões", comentou o líder do Mundial de Pilotos com 153 pontos, 11 à frente de Hamilton.

Rosberg mostrou-se confiante para a prova deste domingo. "O início será bom, após as primeiras curvas com o tanque cheio e pneus frios, será uma missão divertida e uma boa oportunidade para atacar aparece na curva 3. Veremos", acrescentou.

O alemão rasgou elogios à Mercedes por conta das condições do carro em Silverstone, principalmente nos trechos de alta velocidade, apesar de ter ficado 0s319 atrás do companheiro de equipe no treino oficial de classificação.

"A equipe nos deu carros incríveis hoje (sábado), é um prazer pilotá-los. Parece que estão em trilhos, é maravilhoso e parece que os locais mais espetaculares para nós pilotos são as curvas de alta velocidade. Mesmo assim, o sábado não foi o melhor dia para mim. Parabéns ao Lewis que fez um ótimo trabalho e é isso. Mas amanhã (domingo) ainda tem muita coisa pela frente e com certeza eu estarei pressionando", prometeu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.