Nicolas Oliveira pede dispensa do Mundial de Natação

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) anunciou nesta terça-feira que aceitou o pedido de dispensa feito por Nicolas Oliveira e cortou o atleta do Minas Tênis Clube da delegação brasileira que vai ao Mundial de Piscina Curta de Doha (Catar), entre 3 e 7 de dezembro.

Estadão Conteúdo

21 de outubro de 2014 | 17h33

Nicolas havia conquistado o índice apenas nos 200 metros livre, tendo sido medalhista de prata no Troféu José Finkel, no começo de setembro, em Guaratinguetá (SP). Para o lugar dele foi convocado Gabriel Ogawa, atleta do Pinheiros que foi o quinto colocado no Finkel - quarto melhor brasileiro.

Gabriel vai nadar o revezamento 4x200 metros livre ao lado de Gustavo Godoy, Fernando Ernesto e João de Lucca. A CBDA não anunciou se vai substituir Nicolas na prova individual de 200 metros - nenhum outro atleta tem índice.

Quando anunciou os convocados para o Mundial, a CBDA já havia recebido dois pedidos de dispensa: de Bruno Fratus e Leonardo de Deus. Terceiro do ranking mundial dos 50 metros livre em piscina curta, ouro no Pan-Pacífico, o velocista decidiu continuar nos Estados Unidos treinando para provas em piscina longa. Já o corintiano foi prata nos 200m borboleta no Pan-Pacífico, em agosto, e estava classificado a Doha somente nesta prova.

A delegação é liderada por Cesar Cielo, que já havia avisado, no primeiro semestre, que o Mundial de Curta era sua meta na temporada. Por isso, o campeão mundial sequer foi ao Pan-Pacífico. Thiago Pereira teve uma lesão e só nadou o primeiro dia do Finkel, fazendo índice apenas para os 100m medley. Mesmo assim, vai a Doha.

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoMundial de Piscina Curta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.