Nigeriano bate recorde mundial dos 60 m rasos

Olusoji Fasuba crava o tempo de 6s51. brasileiro Vicente Lenílson fica com a quinta posição

Redação,

07 de março de 2008 | 20h44

O nigeriano Olusoji Fasuba, de 23 anos, é o homem mais rápido do mundo em pista coberta. Levou a medalha de ouro nos 60 metros nesta sexta-feira, no primeiro dia de competições do Mundial Indoor de Atletismo, em Valência, superando o britânico Dwain Chambers, prata,para alívio dos organizadores e da própria Federação Inglesa, que não queriam o velocista no Mundial. Fasuba fez a distância em 6s51, repetindo a melhor marca da temporada que havia conseguido três horas antes, nas semifinais. Chambers e Kim Collins, de St-Kitts e Nevis, marcaram 6s54. O brasileiro Vicente Lenílson foi o quinto (6s60).Fasuba evitou que o ouro fosse para as mãos de Chambers, que chegou a Valência cercado de polêmica após ter cumprido suspensão por doping entre 2004 e 2006, por resultado positivo para tetrahidrogestrinona (THG). "Após a semifinal acreditei na vitória. Estou contente por Chambers. Todo mundo tem direito a uma segunda chance", disse Fasuba.A alemã Anna Battke, do salto com vara, escreveu na barriga ‘Stop Doping’ (pare com o doping), um manifesto na pista do Velódromo Luis Puig.Fasuba, medalha de bronze no revezamento 4 x 100 m com a seleção da Nigéria na Olimpíada de Atenas (2004), conseguiu seu melhor resultado nos 100 m, no início de 2006, com 9s85. Mas uma infecção mal curada, atrasou sua progressão. Foi 5º no Mundial Indoor de Moscou (2006) e 4º na final dos 100 m no Mundial de Osaka (2007). Fasuba comemorou de braços abertos, enquanto a belga Tia Hellebaut se atirou no chão, enrolada à bandeira, após vencer o heptatlo (4.867 pontos).Vicente Lenílson foi bem. Na preliminar dos 60 m, fez 6s71, e, na semifinal, 6s59. Foi à final, pela segunda vez. Em Moscou, há dois anos, ficou em 7º (6s62). Ontem, melhorou e foi 5º (6s60), atrás de Michael Rodgers (6s57), dos EUA. O ouro nos 60 m feminino ficou com a americana Angela Williams (7s06).Entre os brasileiros, Fabiana Murer foi 4ª no salto com vara (4,50 m) e garantiu vaga na final, neste sábado, às 14h30 (de Brasília). A campeã e recordista mundial, a russa Yelena Isinbayeva, foi a melhor: 4,55 m.Nos 800 m, Fabiano Peçanha fez 1m49s03, sua melhor marca em provas indoor, indo para a semifinal, também neste sábado. Mais cinco brasileiros estréiam: Maurren Maggi e Keila Costa no salto em distância, Anselmo Gomes da Silva e Éder Antonio Souza nos 60 m com barreiras, e Fábio Gomes da Silva no salto com vara.

Tudo o que sabemos sobre:
AtletismoMundial Indoor de Atletismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.