Nilmar só soube que jogaria na preleção

Atacante entrou bem na partida, chutou bola na trave e recordou a superação de contusões

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

26 de junho de 2010 | 00h00

A surpresa de Dunga na escalação de ontem foi Nilmar. O atacante começou como titular no lugar de Robinho, poupado.

E Nilmar mostrou condições de ser utilizado. Ele fez um ótimo primeiro tempo, quando chutou uma bola na trave. Na segunda etapa, caiu um pouco de rendimento, sem comprometer. "Estar aqui hoje, por tudo o que passei com os problemas de lesões e ficar praticamente um ano sem jogar, com duas cirurgias, é uma situação especial", disse Nilmar, que só soube que seria titular na preleção. "Robinho e Luís Fabiano estão juntos há três anos. Sei bem disso, mas tenho de ficar sempre preparado", disse.

Se Nilmar foi bem, Daniel Alves esteve abaixo de outras aparições pela seleção. "Sempre que jogo me sinto confortável. Para mim o importante é jogar, seja em qual posição for", disse.

O jogo teve outros dois estreantes em Copa. O volante Josué entrou no lugar de Felipe Melo no fim do primeiro tempo. "Quando começou, eu estava um pouquinho ansioso", disse o volante. Grafite substituiu Luís Fabiano, aos 40 minutos do segundo tempo. "Confesso que fiquei um pouco ansioso no começo, mas, aos poucos, procurei me soltar", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.