No Beira-Rio, Grêmio amplia a vantagem sobre Internacional

Com gols de Rodrigo e Borges, equipe bate o rival por 2 a 0 e pode até perder por diferença de um gol no domingo

, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2010 | 00h00

PORTO ALEGRE

Com a vitória por 2 a 0 sobre o Internacional, ontem, no Beira-Rio, em Porto Alegre, o Grêmio ficou ainda mais perto de outro título gaúcho para a sua vasta coleção. Dono da melhor campanha nos dois turnos, o vencedor do Gre-Nal pode até perder por diferença de um gol no próximo fim de semana, no Olímpico. Os gols, de cabeça, foram marcados por Rodrigo e Borges, no segundo tempo.

Com a significativa vantagem, para decidir em seu campo, o técnico Silas, do Grêmio, fazia até elogios ao seu adversário e admitia estar agora preocupado com o Fluminense, próximo adversário de sua equipe pela Copa do Brasil, na quinta-feira. "Os jogadores do Grêmio se conscientizaram de que todos têm de ser protagonistas, não adianta só participar. O Hugo, por exemplo, fez uma grande partida, mas todos tiveram um comportamento exemplar", elogiou o treinador.

O clássico, disputado sob chuva, teve vários lances ofensivos, obrigando os dois goleiros a trabalhar muito. Depois de muito equilíbrio na etapa inicial, o Grêmio ditou o ritmo na segunda etapa, criando mais chances. Além disso, foi mais eficiente na marcação, enquanto o Inter sofreu muito diante da eficiência do adversário, que soube conter a correria do Inter, que na quarta-feira, enfrenta o Banfield pela Taça Libertadores da América.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.