Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

No caminho de Gabriel Medina, Brett Simpson quer 'adiar' título

'Se eu puder adiar a briga pelo título, vou fazer. O Medina está tendo um ano fantástico, mas eu quero vencer', disse Simpson

Paulo Favero, Estadão Conteúdo

19 de outubro de 2014 | 09h29

O norte-americano Brett Simpson não está tendo uma boa temporada no Circuito Mundial de Surfe, mas com a vitória sobre o amigo Nat Young por 13,87 a 13,43 pontos na etapa de Portugal, ele vai enfrentar o brasileiro Gabriel Medina na terceira fase em disputa que pode ocorrer ainda neste domingo. "Se eu puder adiar a briga pelo título, vou fazer. O Medina está tendo um ano fantástico, mas eu quero vencer", disse.

Em nove etapas que disputou, ele ficou oito vezes em 25º lugar e uma vez em nono. Agora, mesmo se for eliminado pelo brasileiro, já vai garantir uma 13ª colocação. "Preciso somar o máximo de pontos possíveis porque minha situação no ranking não é das melhores. Agora vou enfrentar o Medina e estou animado com isso", avisou.

Brett acredita que tudo pode acontecer em sua bateria, mas está ciente das dificuldades que vai encontrar diante do líder do ranking mundial e que pode conquistar o título antecipado do Circuito caso não seja eliminado precocemente. "As ondas estão boas, mas é um mar imprevisível. Às vezes as ondas estão em um lugar, às vezes em outro. O Gabriel é muito dinâmico e bom em encontrá-las", continuou Brett.

Caso Gabriel Medina não vença em Portugal, ele terá a chance de conquistar o título no Havaí, em dezembro, na praia de Pipeline. "Vou tentar ir o mais longe possível aqui em Portugal, mesmo sendo contra o Medina. Acho que é questão de encontrar boas ondas na bateria. De qualquer forma, vou entrar na disputa sem pressão", concluiu o norte-americano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.