No Chile, Flu quer voltar a ser um dos favoritos

O Fluminense precisa deixar a derrota para o Grêmio no passado. Hoje, contra o Huachipato, às 22h, o atual campeão brasileiro quer reafirmar sua condição de um dos favoritos à conquista da Libertadores. Com a vitória, o Fluminense assume a liderança do Grupo 8, que neste momento tem todos os times (completam a chave Caracas e Grêmio) empatados, com três pontos.

RIO, O Estado de S.Paulo

27 de fevereiro de 2013 | 02h05

O meia Deco tentou minimizar a pressão sobre o jogo. Depois da derrota para o Grêmio, na semana passada, o Tricolor (com equipe reserva) empatou com o Madureira, no fim de semana. "É claro que uma vitória no Chile ajuda muito mais nas contas, uma derrota complica, mas no fundo não decide nada", disse o meia , antes de embarcar.

Mesmo empatado com os outros três times, o Flu está na última posição do grupo por causa do saldo de gols. O meia Wagner elogiou o adversário de hoje. "Contra o Grêmio, eles mostraram que sabem defender bem e sair nos contra-ataques. O centroavante é muito bom. Vamos colocar em campo o coração na ponta da chuteira para trazer essa vitória."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.