Guadalupe Pardo/Reuters
Guadalupe Pardo/Reuters

No levantamento de peso, Fernando Reis fatura ouro e é tricampeão do Pan

Com 190kg no arranco e 230kg no arremesso, em um total de 420kg, brasileiro fez 21kg a mais que o segundo colocado

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2019 | 00h23

O Brasil ganhou nesta terça-feira em Lima, no Peru, uma medalha de ouro no levantamento de peso, de forma arrasadora, que já era esperada. Mesmo sem conseguir os seus melhores resultados, Fernando Reis, quarto colocado no Mundial do ano passado, conquistou o tri nos Jogos Pan-Americanos. Com 190kg no arranco e 230kg no arremesso, em um total de 420kg, o brasileiro fez 21kg a mais que o segundo colocado - em Toronto-2015, ele venceu com uma diferença de 51kg para o medalhista de prata.

Vindo de uma cirurgia no joelho no final do ano passado, Fernando Reis esteve longe das suas melhores marcas no levantamento de peso, que são 201kg no arranco e 240kg no arremesso. Mas foi absoluto na prova que teve o cubano Luis Manuel Lauret, que ergueu 181kg no arranco e 218kg no arremesso, com a prata. Completou o pódio da categoria acima de 109kg o mexicano Raul Manriquez, com 175kg de arranco e 218kg de arremesso.

"Me senti muito bem, confesso que estava receoso antes da prova. Estou no caminho certo e consegui testar o joelho. A gente passou por um processo bem complicado com a cirurgia. O COB me deu todo o respaldo. Mostra que estamos no caminho certo para o Mundial e a Olimpíada", disse Fernando Reis, em entrevista ao SporTV. "Agora a minha meta é abrir a cabeça porque a parte psicológica é complicada. O medico fez um bom trabalho. Saio da competição bem fisicamente e psicologicamente. Nosso objetivo é conquistar o mundo".

Outra medalha brasileira nesta terça-feira veio no boliche. E por pouco não foi o ouro. Marcelo Suartz, que defendia o título de Toronto-2015, faturou a prata após perder a final para o norte-americano Nicholas Pate por 190 a 189.

Com a conquista, Marcelo Suartz agora soma uma medalha de cada cor em Jogos Pan-Americanos. Ele já havia ganhado o bronze em Guadalajara-2011, no México, e ouro no Canadá há quatro anos. O também norte-americano Jakob Butturff e o porto-riquenho Jean Perez saíram da disputa com a medalha de bronze.

No tiro esportivo, Roberto Schmits conquistou a medalha de bronze na fossa olímpica. Os norte-americanos Brian Burrows e Derek Hadelmen foram ouro e prata, respectivamente. Os dois ficaram com as vagas olímpicas em disputa.

BOXE 

O Brasil já garantiu seis medalhas no Pan. Das seis semifinais disputadas nesta terça-feira, quatro venceram e lutarão pelo ouro. Entre os homens, Keno Marley derrotou o mexicano Rogelio Torres, na categoria até 81kg, e Herbert Conceição bateu o norte-americano Troy Isley na até 75kg. No feminino, Jucielen Romeu ganhou da norte-americana Yarisel Ramirez na categoria de 54 a 57kg e Beatriz Ferreira venceu Rashida Ellis, também dos Estados Unidos, na entre 57 e 60kg.

As derrotas nas semifinais, que ao menos valeram o bronze, foram de Abner Teixeira para o cubano Erislandy Savón, sobrinho do lendário boxeador Félix Savón (tricampeão olímpico), na categoria até 91kg, e de Flávia Figueiredo para a norte-americana Naomi Graham, na entre 69 e 75kg.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.