Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

No Pacaembu, Brasil encara Uruguai para manter ótima evolução

Seleção de rúgbi XV enfrenta forte rival e espera o apoio dos torcedores para vencer mais uma na temporada

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

09 de fevereiro de 2018 | 07h02

A seleção brasileira de rúgbi XV reencontrará o torcedor em São Paulo, no Pacaembu, para um duelo com o Uruguai, hoje, às 20h10. O confronto é válido pela Americas Rugby Championship e será um bom momento para ver a equipe que vem quebrando marcas numa modalidade de poucos bons resultados para o País. O mais recente foi a vitória inédita sobre o forte Chile, fora de casa.

+ Manutenção mensal do lago artificial em Deodoro custa R$ 337 mil

“O crescimento brasileiro no XV está dentro do que foi planejado em 2014 até o ano de 2023. A gente tem atingido as metas que temos colocado para cada ano”, comentou Agustín Danza, CEO da CBRu (Confederação Brasileira de Rugby). Entre as façanhas estão vitórias em casa sobre o Chile pela primeira vez (2014), vitória sobre os EUA (2016) e resultados positivos diante de Portugal, Canadá e Bélgica (2017).

Nos últimos anos, o desenvolvimento da seleção brasileira tem sido nítido. Se no final de 2015 o Brasil era o 46.º do ranking mundial, saltou para a 35.ª posição no ano seguinte, 28.ª colocação no final de 2017 e agora ocupa sua melhor classificação, o 25.º lugar. “A World Rugby está muito feliz com o nosso crescimento, por isso que escolheu o Brasil como um dos dois países estratégicos no mundo até 2023”, disse Danza.

“A entidade acredita de fato que o Brasil tem grandes chances de se classificar para a Copa, porque o planejamento é sólido. O apoio financeiro dela e de logística e jogos para o Brasil aumentaram significativamente. Tanto que incluiu o Brasil dentro do seu ciclo de planejamento para os países top 20 do mundo”, continuou.

A fim de comparação, em 2014 o Brasil perdeu para Portugal por 68 a 0, na Arena Barueri. No ano passado, no duelo entre as mesmas seleções, a vitória foi brasileira por 24 a 21. Agora, os Tupis terão mais uma vez um grande desafio pela frente, contra o Uruguai, seleção considerada mais forte. Por isso, a força da torcida no Pacaembu pode fazer a diferença.

Os ingressos já estão à venda através do site StubHub e vão de R$ 26 a R$ 120 – as entradas para as cadeiras laranjas, que custavam R$ 13, já estão esgotadas. A intenção é manter a invencibilidade brasileira contra o Uruguai no estádio. Além disso, o Brasil no ano passado, quando atuou no Pacaembu, venceu Chile, Canadá, Portugal e Paraguai.

Os jogadores esperam mais uma vez corresponder dentro de casa para manter a evolução da equipe e sonhar cada vez mais alto. “Estamos bem preparados, com bastante confiança, vindo de uma importante vitória fora de casa. Agora vamos jogar em Pacaembu, onde ficamos invictos no ano passado, e queremos manter essa escrita”, disse Lucas Tranquez, o Zé.

O técnico Rodolfo Ambrósio já escalou sua equipe titular para o duelo com os uruguaios: 1 – Lucas Abud, 2 – Yan Rosetti (C), 3 – Jardel Vetoratto, 4 – Gabriel Paganini, 5 – Lucas Piero de Moraes, 6 – Arthur Bergo, 7 – Cleber Dias da Silva, 8 – André Felipe Arruda, 9 – Laurent Bourda Couhet, 10 – Joshua Reeves, 11 – Jacobus de Wet Van Niekerk, 12 – Moises Duque, 13 – Felipe Sancery, 14 – Robert Tenório e 15 – Lucas Tranquez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.