Satiro Sodre/ Divulgação
Satiro Sodre/ Divulgação

No polo e na ginástica rítmica, Brasil tem mais dois cortes por lesão

Canetti quebrou dedo em jogo; Falda, em treinos antes de ir a Toronto

Estadão Conteúdo

10 de julho de 2015 | 16h25

A delegação brasileira que participa dos Jogos Pan-Americanos sofreu mais dois cortes por lesão. Nesta sexta-feira, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) que Marina Canetti, do polo aquático, não volta às piscinas do Atos Markham Center porque sofreu uma fratura em um dedo da mão. Já Débora Falda, da ginástica rítmica, foi cortada antes mesmo de viajar.

Canetti é uma das mais experientes atletas da seleção brasileira e já está na transição para a pós-carreira. Tanto que, além de defender as cores do Brasil e do Flamengo, é funcionária do COB. Ela fraturou o quinto dedo (mínimo) da mão esquerda na partida em que o Brasil goleou a Venezuela por 18 a 1, na quarta-feira. Assim, não enfrenta Porto Rico, no sábado, e também não terá condições de jogar a semifinal e a disputa por medalhas.

Débora Falda, por sua fez, sofreu lesão na perna durante treinamento na quinta-feira, ainda no Brasil. A atleta será substituída pela reserva Morgana Gmach. A competição de ginástica rítmica no Pan só começa na sexta-feira da próxima semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.