Alexandre Loureiro/UFC<br>
Alexandre Loureiro/UFC

No Rio, José Aldo bate o peso com dificuldade e se credencia para luta

Evento contra Chad Mendes, no Maracanãzinho, será válido pela disputa do cinturão dos pesos pena, atualmente com o brasileiro

Ronald Lincoln Jr., O Estado de S. Paulo

24 de outubro de 2014 | 17h07

José Aldo, o único brasileiro detentor de um cinturão do UFC, bateu hoje a pesagem e se credenciou para defender pela segunda vez seu título contra o americano Chad Mendes. O duelo entre os dois pesos pena está marcado para a noite deste sábado, no estádio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

Centenas de fãs lotaram nesta sexta-feira a estrutura montada no local da luta para a cerimônia de pesagem do UFC 179. OS torcedores vibraram bastante, dando uma demonstração do que deve ser apresentado no combate.

Chad Mendes foi o primeiro a se pesar. Ele subiu ao palco sob fortes vaias da arquibancada, que também entoava os gritos: "uh, vai morrer! uh, vai morrer!" e "O Aldo vai te pegar! O Aldo vai te pegar!". Contudo, o americano demonstrou tranquilidade ao subir na balança e não teve problemas na pesagem.

Aldo, por sua vez, foi ovacionado pelos fãs quando subia ao palco. Mas não se deixou empolgar pela torcida,  mostrou muita seriedade e certa tensão durante todo o processo. Ao subir na balança, o brasileiro não conseguiu bater o peso de primeira, aumentando ainda mais o clima tenso. Ele precisou retirar a cueca, coberto por uma toalha, para conseguir chegar no peso certo. E, assim, se credenciou para a sétima defesa de cinturão de sua carreira. 

Após a encarada entre os lutadores, tradicional após a pesagem, o americano afirmou que está mais forte em relação à primeira batalha entre os dois, na qual saiu derrotado. "Mudei muito. Eu percebi meus erros da primeira luta, consertei e estou pronto para esta nova batalha", declarou.

Aldo manteve um tom altivo e rebateu o rival."Ele já consertou e não vai conseguir (vencer). Podem ficar tranquilos, que o cinturão vai ficar aqui", gabou-se o brasileiro, que mantêm uma invencibilidade de cinco anos no UFC.

Tudo o que sabemos sobre:
UFCJosé AldoChad MendesPesagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.