João Neto/Fotojump
João Neto/Fotojump

No rúgbi, Brasil supera o Canadá pela primeira vez na história

No Pacaembu, Tupis superam adversário por 24 a 23 

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de março de 2017 | 22h11

A seleção brasileira masculina de rúgbi conseguiu um resultado histórico nesta sexta-feira, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. Com um try de Lucas Tranquez, o Zé, e uma conversão de Moisés, o Brasil derrotou o Canadá por 24 a 23, pela última rodada do Americas Rugby Championship. Com o resultado, os Tupis terminaram na quarta colocação.

Foi a segunda vitória brasileira na edição de 2017 da ARC, ambas no Pacaembu. "Com certeza a atmosfera do estádio nos ajudou. Mesmo com público um pouco abaixo do esperado, tivemos todo apoio necessário para buscar mais uma grande vitória", afirmou o capitão Nick Smith.

"Cumprimos mais um objetivo. Neste ano recebemos duas partidas do ARC, as duas aqui no Pacaembu e as duas ganhamos. O Brasil joga bem nesse estádio", disse Bernardo da Costa Duarte, diretor de torneios da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu). "Ano passado tínhamos como meta ganhar uma partida e conseguimos isso. Este ano queríamos melhorar nossa posição e com as duas vitórias em casa também chegamos lá", completou.

A partida no Pacaembu teve fortes emoções do início ao fim. Sob chuva e diante de pouco mais de 4 mil pessoas, os Tupis saíram na frente com try de Daniel Sancery, em grande jogada pela esquerda. O Canadá respondeu na mesma moeda e empatou com try de Blevins. 

O Brasil retomou o marcador com penal de Moisés, mas os canadenses viraram o jogo em outro try. Já no fim do primeiro tempo, Moisés fez try para o Brasil em arrancada pela direita, converteu e decretou o placar final do primeiro tempo em 17 a 14.

No segundo tempo, os brasileiros iniciaram pressionando, mas viram o Canadá passar à frente do marcador com três penais. Com desvantagem de 23 a 17, o Brasil se concentrou e passou a trabalhar melhor a posse de bola. Faltando cinco minutos para o fim da partida, os Tupis pressionaram, e Lucas Tranquez, o Zé, fez o try brasileiro. Moisés converteu, virou o placar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.