No Santos, André será o parceiro de Neymar contra o Guarani

SANTOS - Neymar, que cumpriu suspensão na partida contra o Atlético Sorocaba, será a única novidade do Santos para enfrentar o Guarani, amanhã, na Vila Belmiro. No coletivo feito na quinta-feira contra o time sub-17, Muricy Ramalho manteve Émerson na lateral esquerda, enquanto Léo treinou só na parte final, entre os reservas.

Sanches Filho, O Estado de S.Paulo

15 de março de 2013 | 02h07

Quem está confirmado é André. Muricy chegou a cogitar a escalação de Miralles ao lado de Neymar, levando em conta que o argentino não perdeu a posição por deficiência técnica, mas por uma lesão. O treinador, no entanto, mudou de ideia e não se arrependeu - mais magro, André voltou a treinar bem.

Léo explicou ontem que ficou fora do jogo de domingo porque teve de completar os exames médicos de pré-temporada no Hcor, hospital da capital paulista, e, por isso, não participou dos últimos treinos da semana. Como ele fez uma artroscopia no joelho direito em novembro de 2012 e estava em recuperação em janeiro, ficou impossibilitado de fazer testes de resistência.

Com a ausência de Léo dos treinos, Muricy aproveitou a oportunidade para escalar Émerson contra o Sorocaba. O garoto de 19 anos já havia sido aprovado pelo técnico no ano passado, quando recebeu as primeiras chances, mas não teve sequência porque sofreu seguidas contusões. Neste ano, ele voltou a enfrentar problemas físicos, mas se recuperou a tempo de participar das últimas fases da Copa São Paulo, vencida pelo Santos.

Se Muricy não mudar de ideia de novo, o Santos enfrentará o Guarani com: Rafael; Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Émerson; Renê Júnior, Arouca, Cícero e Montillo; Neymar e André.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.