Nelson Almeida / AFP
Nelson Almeida / AFP

No skate street, Brasil terá três brasileiras na decisão do Mundial em São Paulo

Pamela Rosa, Rayssa Leal e Gabriela Mazetto disputarão final neste domingo

Redação, Estadão Conteúdo

21 de setembro de 2019 | 21h04

As brasileiras Pamela Rosa, Rayssa Leal e Gabriela Mazetto serão as representantes do País neste domingo na final do Mundial de Skate Street, que está sendo disputado em São Paulo, no complexo do Anhembi, em uma pista construída especialmente para esse evento que dá 80 mil pontos ao campeão no ranking olímpico. Os vencedores no masculino e no feminino darão um passo importante para representar seu país nos Jogos de Tóquio-2020, no Japão.

Pamela Rosa e Rayssa Leal são as atuais primeira e segunda colocadas no ranking mundial, confirmaram o favoritismo e avançaram para a decisão empolgando a torcida presente no Anhembi. Por liderarem o campeonato, elas foram as duas últimas a ir para a pista e já sabiam o que precisariam apresentar para se garantirem na decisão.

Gabriela Mazetto passou por uma expectativa maior. Como se apresentou antes, precisou esperar mais de uma hora para saber se as suas notas serviriam para avançar à finalíssima deste domingo. Deu certo.

Além das brasileiras, avançaram para a decisão do Mundial de Skate Street as norte-americanas Mariah Duran e Alexis Sablone, as japonesas Yumeka Oda e Aori Mishimura e a holandesa Candy Jacobs.

Lesão

A brasileira Letícia Bufoni, uma das melhores skatistas da atualidade, não competiu neste sábado por estar se recuperando de um osso trincado no dedo médio do pé esquerdo.

Masculino

No masculino, o único brasileiro classificado para a decisão foi Kelvin Hoefler. Em sua última manobra, ele conseguiu uma nota 6.8 e avançou na oitava posição. Além dele, avançaram para a decisão Dashawn Jordan (EUA), Angelo Caro (PER), Gustavo Ribeiro (POR), Yuto Horigome (JAP), Nyjah Houston (EUA), Yukito Aoki (JAP) e Jamie Fox (EUA).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.