Norte-americana abandona sua quarta tentativa de nadar de Cuba à Flórida

Atleta, que completa 63 anos nesta quarta, completou mais de 96 dos 160 quilômetros do trajeto

EFE

21 de agosto de 2012 | 10h17

MIAMI - A nadadora norte-americana Diana Nyad abandonou nesta terça-feira sua quarta tentativa de atravessar o estreito que separa Cuba e Flórida sem jaula protetora contra os tubarões, confirmou nesta sua equipe de apoio.

A atleta, que vai fazer 63 anos nesta quarta-feira, havia completado mais de 96 dos 160 quilômetros do desafio. Era esperado que hoje ela alcançasse a costa americana.

"Diana saiu da água", publicou sua equipe por volta das 8h da manhã de Miami (9h pelo horário de Brasília), no blog mantido para trazer atualizações sobre a travessia. Nyad tentava ser a primeira pessoa a atravessar o estreito da Flórida, nadando sem a jaula protetora.

Nesta tentativa, sua equipe especializada havia projetado um traje adicional para que a nadadora possa se proteger das picadas de medusas, que impediram Diana de concluir a travessia em sua terceira tentativa, em setembro de 2011.

Um mês antes, em sua segunda tentativa, Diana teve que abortar a missão após sofrer um ataque de asma.

A primeira tentativa da americana aconteceu em 1978, quando teve que abandonar a travessia por conta do mau tempo, após 42 horas no mar.

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoDiana Nyad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.