Pontus Lundahl/TT
Pontus Lundahl/TT

Norte-americana Lindsey Vonn sofre acidente no Mundial de Esqui Alpino

Atleta de 34 anos perdeu o controle e se chocou com as redes

Redação, O Estado de S.Paulo

05 Fevereiro 2019 | 13h16

Atleta mais vitoriosa do esqui alpino, a norte-americana Lindsey Vonn sofreu um acidente nesta terça-feira durante a prova de Super-G, disputada no Mundial de Are, na Suécia. A atleta de 34 anos, que anunciou a aposentadoria na semana passada para depois do Mundial, perdeu o controle e se chocou com as redes de proteção, precisando ser amparada pelos médicos.

"Não me pareceu um acidente legal", disse a companheira de equipe Mikaela Shiffrin, que terminou em primeiro lugar. "Ela bateu muito forte. Espero que ela esteja bem." É aguardado para as próximas horas um boletim médico para se saber quais as condições físicas de Lindsey Vonn.

Em uma pista altamente técnica, muitos outros esquiadores também não conseguiram completar o percurso. Laurenne Ross, dos Estados Unidos, e Christina Ager, da Áustria, também foram para o chão.

Lindsey Vonn é a competidora com mais títulos da Copa do Mundo - venceu quatro vezes a competição em 2008, 2009, 2010 e 2012. Ela planejava parar no final de 2019, mas mudou de ideia por conta das persistentes dores nos dois joelhos, que começaram a incomodá-la depois de uma competição em Cortina d'Ampezzo, Itália. O Mundial foi aberto nesta terça-feira com a competição feminina na modalidade Super-G. O Downhill será disputado a partir do dia 10.

O joelho direito de Vonn está permanentemente lesionado por lesões anteriores. Ao longo de sua trajetória, a atleta norte-americana também rompeu o ligamento anterior cruzado, sofreu fraturas perto do joelho esquerdo, fraturou o tornozelo, cortou o polegar direito e teve uma concussão. Sua limitação física a impede de competir em mais de três eventos por dia.

Vonn é uma das seis mulheres que conseguiram vencer provas da Copa do Mundo em todas as cinco categorias do esqui alpino: Downhill, Super-G, Slalom Gigante, Slalom e Combinado. Com um total de 82 vitórias em etapas da Copa do Mundo em toda a sua carreira, se tornou a recordista, superando Annemarie Moser-Pröll, da Áustria, que conseguiu 62 triunfos. No entanto, Vonn não será capaz de igualar a marca de 86 triunfos do sueco Ingemar Stenmark.

 

 

Mais conteúdo sobre:
esqui aquático

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.