Lee Jin Man/AP
Lee Jin Man/AP

Norueguês vira recordista de pódios nos Jogos Olimpícos de Inverno

Ele já sobiu recebeu 13 medalhas na carreira olímpica, um recorde da competição

Agência Estado

19 de fevereiro de 2014 | 13h25

SOCHI - O norueguês Ole Einar Bjoerndalen se tornou nesta quarta-feira o maior medalhista da história dos Jogos Olímpicos de Inverno. Ao ganhar ouro na prova do revezamento misto do biatlo em Sochi, junto com seus compatriotas Emil Hegle Svendsen, Tiril Eckhoff e Tora Berger, ele passou a somar 13 pódios na carreira olímpica, um recorde da competição.

Para atingir o recorde, Bjoerndalen já tinha conquistado uma medalha nos Jogos de Sochi. Logo no começo da competição na Rússia, no dia 8 de fevereiro, ele ganhou ouro na prova de sprint do biatlo (combinação de esqui cross country e tiro). Agora, foi novamente campeão olímpico, dessa vez no revezamento misto, e virou o maior da história.

Até então, o recorde de pódios nos Jogos de Inverno pertencia ao também norueguês Björn Daehlie, que ganhou 12 medalhas nas provas de esqui cross country nos Jogos de Albertville/1992, Lillehammer/1994 e Nagano/1998 - foram oito de ouro e quatro de prata. Mas Bjoerndalen, atualmente com 40 anos, superou agora a marca histórica do seu compatriota.

Desde a sua estreia na edição de Nagano em 1998, Bjoerndalen já somou oito medalhas de ouro, quatro de prata e uma de bronze. E ele ainda pode aumentar o recorde em Sochi, pois deve disputar mais uma prova, o revezamento masculino do biatlo, marcado para acontecer no sábado, penúltimo dia de competições dos Jogos de Inverno na Rússia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.