Nova acusação contra Miranda

Jovem diz que técnico a molestou, como fez com Joanna Maranhão

Angela Lacerda, O Estadao de S.Paulo

15 de fevereiro de 2008 | 00h00

A situação do técnico Eugênio Miranda, acusado de molestar Joanna Maranhão, está ficando ainda mais complicada. Há três dias, a nadadora foi procurada por uma moça, que lhe disse que também foi abusada sexualmente por Miranda. A jovem também concedeu entrevista ao jornal Diario de Pernambuco, publicada anteontem. Ela não teve seu nome revelado.Ao jornal, a jovem afirmou que as agressões aconteceram quando ela tinha oito anos e nadava no Sport Club Recife. Joanna afirma ter sido molestada aos nove, no Náutico. O técnico era o mesmo, Miranda.A moça afirmou que os abusos costumavam ocorrer na sala do departamento de natação do clube e na casa de Miranda. Segundo ela, o técnico acariciava os seus seios e partes íntimas e, certa vez, um colega de clube presenciou uma dessas cenas e lhe perguntou, depois, se "tio" Eugênio era seu namorado.Joanna Maranhão soube do novo caso, se solidarizou com a jovem e voltou a atacar Eugênio. "Espero que nunca mais ele volte a treinar crianças", afirmou, depois do treinamento do final da tarde de ontem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.