Christophe Simon/AFP
Christophe Simon/AFP

Nova Zelândia tenta confirmar favoritismo na Copa do Mundo de Rúgbi

All Blacks enfrentam a Inglaterra na semifinal enquanto do outro lado País de Gales e África do Sul medem forças

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2019 | 17h56

Inglaterra e Nova Zelândia se enfrentam no sábado, às 5h (horário de Brasília) em Yokohama, na primeira semifinal da Copa do Mundo de Rúgbi, que está sendo disputada no Japão. A outro finalista sairá do vencedor da partida de domingo, às 6h, entre País de Gales e África do Sul, no mesmo estádio. A decisão do torneio será sábado, dia 2 de novembro, também em Yokohama.

Com uma campanha impecável até o momento, a Nova Zelândia é a grande favorita. Atual bicampeã da Copa do Mundo - venceu em 2011, 2015 e também em 1987 -, a seleção vai encarar a Inglaterra, que vive boa fase e eliminou a forte Austrália. "Ninguém acha que podemos vencer. Então a pressão está do outro lado", comentou Eddie Jones, o técnico da Inglaterra.

Steve Hansen, técnico dos All Blacks, admite que sua equipe tem maior responsabilidade no confronto, pois muitos esperam que o time chegue à decisão da Copa do Mundo. "É assim com qualquer partida que entramos em campo, seja amistoso, de quartas de final, de semifinal ou qualquer outra", avisou.

Outro ponto de atenção para o treinador da Nova Zelândia é que a Inglaterra está com enormes expectativas, ainda mais depois da grande frustração na edição passada da Copa do Mundo, quando foi anfitriã, mas acabou sendo eliminada na fase de grupos. No histórico entre as duas seleções, em 41 confrontos, o time da Oceania venceu 33 vezes, empatou uma e perdeu apenas sete duelos.

Na outra semifinal da Copa do Mundo de Rúgbi, a África do Sul vai tentar mostrar sua força diante do País de Gales, que tem como melhor colocação na história um terceiro lugar na edição de 2011 do torneio. Os sul-africanos, que já foram campeões duas vezes, em 1995 e 2007, possuem um ligeiro favoritismo pela tradição, mas sabem que não terão vida fácil na partida de domingo.

Tudo o que sabemos sobre:
rúgbi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.