Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Novatos do Brasil sonham com pódio no Mundial de Judô

Apesar de ter uma equipe já consagrada internacionalmente, a seleção brasileira de judô conta com quatro novatos entre os 18 judocas que vão disputar o Mundial, a partir desta segunda-feira, em Chelyabinsk, na Rússia. Eric Takabatake, Alex Pombo, David Moura e Barbara Timo encaram a competição pela primeira vez na carreira, sonhando com pódio.

Estadão Conteúdo

23 de agosto de 2014 | 15h21

"Estar no Mundial desse ano é um sonho se realizando, porque desde criança que eu penso em participar. Há muito tempo que eu busco por isso e a hora chegou. Estou em um ano muito bom e espero continuar nesse ritmo e fazer uma boa apresentação", afirmou Eric Takabatake, que vem colecionando medalhas na atual temporada da categoria até 60kg.

"O fato de ser um estreante não pesa. Participei de muitas competições esse ano, conquistei bons resultados e me sinto bem. Me concentro na ótima preparação que fiz para chegar até aqui, para que eu possa render tudo que eu puder no dia e fazer uma boa competição", disse Alex Pombo, quarto colocado no ranking mundial da categoria até 73kg.

"Estou muito feliz por poder representar o Brasil pela primeira vez em um Mundial. Bate um pouco de ansiedade, mas é uma ansiedade boa, de querer lutar e fazer o meu melhor", contou Barbara Timo, da categoria até 70kg. "Quero chegar ao pódio. Para isso, vou lutar cada luta como se fosse a final, dando o meu máximo e fazendo o meu melhor judô."

Para o outro novato da seleção, David Moura, o desafio é ainda maior. Além de encarar seu primeiro Mundial, ele terá que superar dois grandes favoritos na sua categoria (acima de 100kg): o também brasileiro Rafael Silva, que lidera o ranking, e o francês Teddy Riner, dono de seis títulos mundiais na carreira e sensação do judô na atualidade.

"Todo mundo pensa em Campeonato Mundial e Olimpíada. Eu penso nos dois e também em ganhar de Teddy Riner", avisou David Moura, que está em sexto lugar no ranking da categoria, já projetando um duelo contra o astro francês pela medalha de ouro. "Eu quero chegar à final e poder dar o meu máximo contra ele (Riner) e sair campeão desse Mundial."

Tudo o que sabemos sobre:
judôMundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.