Num surpreendente recomeço, Maurren ganha outro ouro

Voltando a competir depois de ficar 3 anos parada, Maurren Maggi participou de sua primeira competição no Brasil e teve um desempenho surpreendente. Nesta quinta-feira, em São Paulo, a atleta disputou a prova de salto em distância do Torneio FPA, realizado pela Federação Paulista de Atletismo, e conquistou a medalha de ouro com a marca de 6,73 metros.A volta oficial de Maurren às competições aconteceu no último sábado, quando ela também conquistou a medalha de ouro em um torneio na Colômbia, com a marca de 6,84 metros - o sexto melhor salto do mundo neste ano. Ela tinha abandonado o atletismo no final de 2003, quando foi suspensa 2 anos por doping. Nesse período, teve uma filha (Sophia) com o piloto Antonio Pizzonia. E só voltou a treinar em janeiro deste ano.Os dois bons resultados seguidos deixaram o técnico de Maurren, Nélio Moura, empolgado. ?Ela ficou dois anos e meio longe do atletismo. Treinou seis meses e já chegou a boas marcas nas duas competições que disputou. Não esperava que fosse tão bom assim?, admitiu. Aos 30 anos, Maurren já passou pela parte mais complicada desse recomeço de carreira. ?Os primeiros três meses, quando ela decidiu voltar a treinar, foram bem difíceis. Mas era a lição de casa e ela precisava fazer aquela parte chata do trabalho", contou o técnico Nélio Moura. "Depois, quando realmente recomeçou a fazer a parte gostosa do atletismo, ela se mostrou muito empenhada. Foi por isso que ela voltou a competir um pouco antes do planejado.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.