Nuzman vai a CT do Brasil em Londres e elogia estrutura

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, visitou neste domingo, pela primeira vez desde que chegou a Londres, o Crystal Palace, clube da capital inglesa que serve como centro de treinamento do Brasil para a Olimpíada. O CT é uma novidade na história da participação brasileira nos Jogos e mostra, de acordo com Nuzman, a vontade do País de tornar-se uma potência.

AE, Agência Estado

22 de julho de 2012 | 15h11

"Eles (atletas) têm aqui tudo o que necessitam, com os mais modernos aparelhos e serviços do mundo", afirmou o dirigente. "Não quer dizer que sejamos uma potência, mas queremos caminhar para isso."

De acordo com Nuzman o centro de treinamento propicia maiores possibilidades para os atletas do Brasil. "O mais importante é mostrar tudo aquilo que os atletas e as equipes técnicas podem ter à disposição. Nossa obrigação está feita: damos mais um passo para ajudar a evolução da preparação dos atletas brasileiros", destacou o presidente do COB.

A experiência adquirida com o CT do Crystal Palace também deve ajudar o COB a montar o centro treinamento da delegação brasileira nos Jogos do Rio, base que ficará na Escola de Educação Física do Exército, na Urca.

Tudo o que sabemos sobre:
OlimpíadaCarlos Arhtur NuzmanCOB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.