O artilheiro Wayne Rooney rouba a cena e ganha carro

Os 69 mil torcedores japoneses aguardaram com ansiedade para ver Cristiano Ronaldo em ação, mas quem roubou a cena foi Wayne Rooney. O atacante, que iniciou o Mundial de Clubes no banco, por causa de problemas musculares, fizera dois gols na semifinal diante do Gamba Osaka, na vitória por 5 a 3, e ontem foi decisivo ao fazer o gol do título frente à LDU. O artilheiro da competição recebeu um automóvel por ter sido eleito o melhor jogador da final e ganhou os elogios do técnico Alex Ferguson. "A expulsão de Vidic foi muito prejudicial para o nosso time, mas Rooney conseguiu fazer um gol magnífico."Rooney afirmou que o título será importante para dar moral ao time nas futuras disputas. "Realizei um sonho de criança. Somos os melhores do mundo. Ganhamos força para buscar novas vitórias importantes nos diversos torneios que teremos em 2009", disse. "Se não vencêssemos, seria difícil voltar para casa, pois tivemos muitas chances e não acertamos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.