O legado do Pan 2007 que não é aproveitado

Pouco mais de sete meses depois do evento no Rio, instalações estão paradas e ninguém quer assumí-las

Leonardo Maia, O Estado de S. Paulo

11 de março de 2008 | 18h08

Os Jogos Pan-Americanos do Rio consumiram cerca de R$ 4 bilhões, muito acima do valor estimado no orçamento inicial, de R$ 414 milhões. As autoridades defenderam tal investimento apontando os benefícios que os Jogos trariam para o futuro esportivo, social e econômico do Rio de Janeiro, em particular, e do país.  Leia mais na edição desta quarta-feira do jornal O Estado de S. PauloNo entanto, algumas instalações têm pequeno potencial de retorno financeiro e seu uso como celeiro de formação ou mesmo treinamento de atletas de ponta ainda é incerto, pois os projetos governamentais não saíram do papel e das mesas de reunião. O caso mais evidente, o Parque Aquático Maria Lenk. O Velódromo da Barra, por exemplo, custa à prefeitura carioca R$ 80 mil mensais. 

Tudo o que sabemos sobre:
Pan 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.