Leonardo Soares/Estadão - 02/08/11
Leonardo Soares/Estadão - 02/08/11

O metalúrgico Demolidor larga torno e se prepara para pegar ex-detento argentino

Promotor norte-americano Arthur Pellulo promete presença no Baby Barioni para prestigiar Jackson Junior

Alessandro Lucchetti,

19 de novembro de 2012 | 19h25

SÃO PAULO - Jackson Júnior, um dos melhores boxeadores profissionais brasileiros da atualidade, enfrentou períodos de incerteza nos últimos meses. Sem patrocínio e com poucas lutas agendadas pelo seu empresário, viu-se obrigado a "descascar ferro", como diz em sua gíria de torneiro mecânico. Para se ter uma ideia, ele lutou apenas duas vezes em 2012. Mas esse cenário mudou desde que passou a trabalhar com outro empresário, Eduardo Mello, um primo distante de Fernando Collor de Mello, e que desfruta de boa condição financeira. Na próxima terça-feira, dia 27, Jackson, conhecido como "Demolidor", enfrentará o argentino José Alberto Clavero, de 37 anos. E o mais importante é que há boas chances de que o empresário Arthur Pellulo esteja presente.

Pellulo é um influente promotor norte-americano, que se responsabilizou pelo gerenciamento de parte da carreira de Acelino "Popó" Freitas. Jackson, que ocupa a 13ª posição no ranking da OMB, colocará o título latino em jogo. Já há planos para que o brasileiro faça algumas lutas nos Estados Unidos.

"Existem boas chances de que o Pellulo esteja presente. Agora minha carreira está engrenando. Enquanto o Pellulo não me põe pra lutar nos Estados Unidos, o 'seu' Edu organiza algum evento aqui. Já faz três meses que não tenho que fazer bicos como metalúrgico, e minha condição física e técnica está melhorando."

Clavero também tem muitas ambições no combate. O veterano viu prejudicadas suas ambições de progredir no ranking por ter sido obrigado a cumprir uma pena de um ano numa penitenciária. Já soma nove derrotas num cartel com 47 lutas. Mas é um pegador: de suas 37 vitórias, 17 foram por nocaute.

Jackson diz que já viu alguns vídeos do ex-detento, e o achou meio lento. "Ele não tem muita velocidade não. Para ser sincero, estou interessado mais no aprimoramento da minha parte técnica e física."

 

 

 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
BoxeJackson JúniorDemolidor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.