''O time que jogou aqui não merece chegar a lugar nenhum'', diz Marcos

No jogo que marcou 17 anos desde sua estreia profissional pelo Palmeiras (num amistoso contra a Esportiva de Guaratinguetá, em 16 de maio de 1992), Marcos deixou o Beira-Rio lamentando a atuação do Palmeiras. "Foi bem abaixo do que se espera", disse o ídolo da equipe.O goleiro não gostou nada do desempenho do time na primeira etapa, principalmente. Para ele, o Palmeiras teve grande chance de conquistar os três pontos, já que o Internacional entrou em campo sem 7 titulares. "Um time que quer ser campeão tem de jogar mais contra os reservas do Inter", disse. "O time que jogou aqui não merece chegar a lugar nenhum. A gente praticamente andou no primeiro tempo, não jogou nada."Marcos lembrou que ele e Vanderlei Luxemburgo deram bronca nos jogadores durante o intervalo da partida. E sabe que, pelas suas declarações, também deve levar um puxão de orelhas do chefe hoje. "O Vanderlei vai me dar uma bronca por eu estar falando besteiras aqui, mas tenho de falar o que achei", contou. "Faltou um espírito de vencedor."Para Keirrison, faltou uma ligação melhor entre meio-campo e ataque. "Aí fica difícil para tocar a bola e chegar ao gol. Sozinho não se resolve nada", criticou.REFORÇOSOs atacantes Perea e Reinaldo, ex-Grêmio, devem assinar contrato com o Palmeiras durante a semana. Como Reinaldo já disputou a Libertadores pelo time gaúcho, apenas o colombiano deve ser inscrito na competição.A delegação ganhou folga hoje e na quarta-feira viaja para Atibaia, onde treinará até sexta-feira em preparação para o clássico de domingo, contra o São Paulo. "Temos de melhorar muito", declarou Marcos.

Daniel Akstein Batista, O Estadao de S.Paulo

18 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.