''O título não interessava a Del Nero''

Na falta de um pronunciamento de Marco Polo del Nero até a madrugada de ontem, quando o São Paulo comemorava o título, a cúpula tricolor soltava o verbo contra o presidente da Federação Paulista de Futebol. O sucesso do time do Morumbi, diziam, causa incômodo ao dirigente da FPF. Até a palavra "inveja" foi utilizada.Para o presidente Juvenal Juvêncio, há uma clara preocupação de Del Nero em barrar a ascensão são-paulina. "Não se iluda com essa bobagem de ingresso. O interesse dele é outro", afirmou Juvêncio ao Estado. "O São Paulo não pode crescer muito, porque incomoda. É preciso nivelar por baixo, porque assim se governa melhor. Esse título não interessava a ele, é absurdamente nítido."Del Nero foi descrito por são-paulinos como "dirigente parcial, que não esconde sua preferência pelo Palmeiras, e inábil politicamente, a ponto de tentar boicotar a utilização do Morumbi na Copa de 2014". Durante a tarde de ontem, o presidente da FPF defendeu-se. Disse que apóia a escolha do Morumbi para a Copa e que defende os filiados da federação de forma igual, "desde o São Paulo até o clube mais simples que possui filiação". Negou, ainda, que seja conselheiro "atuante" do Palmeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.