JF Diório/AE - 2/2/12
JF Diório/AE - 2/2/12

Obediência tática dos jogadores do Palmeiras contagia Felipão

Técnico elogia colocação da equipe em campo na vitória contra o Grêmio pela Copa do Brasil

Paulo Galdieri, O Estado de S.Paulo

15 de junho de 2012 | 03h10

Felipão considerou a vantagem de 2 a 0 sobre o Grêmio na Copa do Brasil como excepcional, mas preferiu exaltar a disciplina tática do time. "Preponderante foi a colocação tática desses jogadores, que souberam se portar como a gente havia definido. Quando existe uma composição que eles concordam plenamente, eles executam."

O resultado foi tão surpreendente que até mesmo os heróis do triunfo, os jogadores do Palmeiras, não acreditaram na vantagem que conseguiram na primeira partida da semifinal da Copa do Brasil.

"Foi além do que a gente esperava", admitiu Juninho. "Mas a gente planejou uma estratégia e conseguimos mantê-la até o final."

Daniel Carvalho concordou com o companheiro. "Eu esperava a vitória, mas não que fosse no final e com dois gols nos últimos minutos. Tomara a gente concretize a classificação."

Com o resultado, o Palmeiras ficou bastante confortável para a volta, quinta-feira, na Arena Barueri. O time se classifica até se perder por um gol de diferença. Felipão quer fazer do estádio um caldeirão. O treinador espera pela presença de 30 mil torcedores palmeirenses neste jogo.

Felipão também considerou a vitória como um resultado inesperado.

"Tivemos a felicidade de fazer dois gols. Normalmente, se formos analisar por oportunidades o jogo deveria ter sido empate. Mas em outros jogos fomos melhor e perdemos. Ainda bem que dessa vez foi diferente."

Cabeça no Brasileiro. A delegação palmeirense voltou ontem de Porto Alegre e já foi direto para a Academia treinar.

Os jogadores que começaram a partida contra o Grêmio ficaram na sala de musculação fazendo exercícios de recuperação física. Com a vaga na Copa do Brasil encaminhada, a meta agora é vencer a primeira no Nacional, domingo, contra o Vasco. Felipão deve definir hoje se vai escalar o time principal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.