Okimoto gantante primeira medalha do Brasil, a prata

Em um final emocionante, brasileira perde o ouro para a norte-americana Chole Sutton na batida

14 de julho de 2007 | 11h28

Poliana Okimoto é a primeira medalhista do Brasil nos Jogos pan-americanos do Rio. Neste sábado, a paulistana conquistou a prata em uma decisão de tirar o fôlego contra a norte-americana Chloe Sutton, que ficou com o ouro. O bronze foi da também norte-americana Kalyn Keller. Como era esperado, o mar da praia de Copacabana estava bem mexido, condição que favorecia muito as brasileiras, junto com Okimoto, Ana Marcela Cunha, de apenas 15 anos, também representou o País na prova.O dia amanheceu nublado na capital fluminense, mas o tempo abriu logo pouco antes da largada, às 9h08. Com 2,5 km percorridos, após 30 minutos desde a largada, Okimoto assumiu a liderança, mas com a norte-americana Chloe Sutton logo atrás. Na passagem pela segunda bóia, as duas brigavam cada centímetro e revezavam muito na ponta da prova.Já com 3,5 km, Sutton ultrapassou a brasileira, e outra norte-americana Kalyn Keller, colou em Okimoto e entrou de vez na briga pela liderança. Ana Marcela brigava pela terceira colocação, no segundo pelotão de nadadoras.Nadando a uma velocidade de 9 km/h, Sutton mantinha a primeira colocação na metade da prova, e a briga entre Okimoto e Keller mantinha-se forte, até que a brasileira acelerou o passo e na metade final encostou em Sutton. Nessa altura, Ana Marcela começava a perder posições e caiu para o sexto lugar.Na reta final da prova, Okimoto brigava corpo-a-corpo com a norte-americana pelo ouro e em um final emocionante, Sutton conseguiu bater um pouco na frente da brasileira e conseguiu garantir o primeiro ouro para os Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.