Olimpíada de 2012, em Londres, deve custar R$ 37 bilhões

Os gastos para organizar os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, na Inglaterra, estão estimados em US$ 18 bilhões (cerca de R$ 37 bilhões), de acordo com o projeto apresentado pelo Comitê Organizador do evento nesta quinta-feira. O valor é o triplo do que foi previsto inicialmente (US$ 6 bilhões), mas ainda é bem mais barato do que o orçamento da Olimpíada de Pequim, em 2008, que custará US$ 37 bilhões (cerca de R$ 77 bilhões).A quantia foi anunciada pela ministra responsável pelos Jogos, Tessa Jowell, em reunião no Parlamento inglês. "A Olimpíada de Londres mudará a Grã-Bretanha para melhor e deixará um legado em uma das zonas mais pobres do país [Stratford, ao leste da capital] e isso tem que ser celebrado", disse a ministra, em resposta às recentes críticas da imprensa pelos elevados custos.Deste total, US$ 10 bilhões (aproximadamente R$ 21 bilhões) serão dirigidos para a construção das sedes das competições, incluindo o Estádio Olímpico. Os demais custos envolvem coisas como segurança, impostos e a organização dos Jogos Paraolímpicos A ministra também explicou que o governo está bancando cerca de 65% dessa conta, enquanto o restante vem do dinheiro arrecadado pelas loterias do país.Mesmo sendo um torneio de porte menor, os Jogos Pan-Americanos deste ano, no Rio, irão custar ao governo brasileiro cerca de R$ 5 bilhões, valor 13 vezes maior do que o que foi inicialmente previsto. No caso brasileiro, o governo e o comitê organizador alegam erro no orçamento inicial para justificar a elevação dos gastos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.