Onda gigante "varre" o Brasil 1 na Oceania

A flotilha da Volvo, na terceira etapa da regata de volta ao mundo, rumo a Wellington (Nova Zelândia), enfrentou ondas gigantes ao deixar Melbourne (Austrália). Uma delas varreu o barco Brasil 1, arrastando tudo e todos que não estavam bem amarrados. Do leme, Torben Grael foi arremessado e sofreu luxação no dedão da mão direita. O proeiro Andy Meiklejohn também foi jogado, mas escapou de problemas mais sérios. No barco holandês ABM Amro 2, Gerd Jan Poortan teve um corte profundo na cabeça e levou vários pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.