Reprodução
Reprodução

ONG americana quer esclarecimentos sobre marca do Rio 2016

Entidade tem símbolo parecido com o criado para a Olimpíada e diz não querer briga

BRUNO LOUSADA, O Estado de S. Paulo

19 de janeiro de 2011 | 21h07

RIO - A ONG americana Telluride Foundation vai cobrar esclarecimentos do Comitê Organizador da Olimpíada Rio 2016 sobre a suspeita de que a marca olímpica, lançada no último réveillon, na Praia de Copacabana, seja plágio do símbolo da instituição sediada no Estado do Colorado, nos Estados Unidos.

O aviso é do presidente da entidade, Paul Major, em entrevista ao Estado na edição desta quinta-feira (20 de janeiro). "Nós não estamos interessados em uma briga com o comitê. Amamos a Olimpíada e gostaríamos de ser solidários. No entanto, estamos a rever essa questão com o nosso advogado de marcas", destacou.

O sócio e diretor de criação da Agência Tátil Design, Fred Gelli, criador da logomarca Rio 2016, já negou que a marca olímpica seja plágio do símbolo da ONG. "Não conhecíamos essa marca da fundação (americana)."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.