Operário Carlos de Jesus queria voltar logo a morar na Bahia

Homem que morreu após o desabamento na Arena Palestra era casado e pai de três filhos

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2013 | 02h07

SÃO PAULO - Carlos de Jesus, 34 anos, era casado com Marizete e tinha três filhos (duas meninas e um menino). Morava de aluguel em uma casa de dois cômodos no Capão Redondo, periferia da Zona Sul de São Paulo.

Segundo os familiares, seu sonho era juntar dinheiro para um dia voltar a morar em Araci, pequena cidade de 50 mil habitantes no interior da Bahia, onde nasceu e morou até se mudar para São Paulo em 2008.

É para lá que o corpo de Carlos de Jesus deverá ser enviado nesta terça-feira, para ser velado e enterrado na cidade onde os seus pais moram. O operário morreu na manhã desta segunda-feira, após o desabamento de parte da arquibancada da

Entre os amigos do trabalho, Jesus tinha o apelido de "Santo". Na última semana, ele falou aos colegas que estava feliz pelo fato de o filho estar se recuperando bem de uma cirurgia que sofrera no pescoço. E, se tudo continuasse como estava, não demoraria muito para conseguir juntar dinheiro e voltar a Araci.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.