Operários do Parque Aquático de Jacarepaguá fazem greve

Duas semanas depois de uma paralisação de advertência dos trabalhadores do Estádio Olímpico João Havelange, cerca de 800 operários cruzaram os braços nesta quinta-feira no Parque Aquático do Complexo do Autódromo - outra instalação nobre dos Jogos Pan-Americanos de 2007. Eles exigem aumento salarial e outros benefícios. Nesta sexta, realizam assembléia no local e podem parar por tempo indeterminado se não forem atendidos. O movimento deve ser estendido nos próximos dias para outras obras do Pan - o Ginásio do Maracanãzinho seria o novo alvo. ?Haverá novidades, pode ter certeza?, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada, Nilson Duarte Costa. Para Luís Álvaro Mendes Júnior, diretor-técnico da SaneRio, empresa que lidera o consórcio responsável pela construção do Parque Aquático, não existe o risco de uma seqüência greve no local. ?É a mesma questão do Estádio Olímpico. Temos um prazo. Evidente que o sindicato aproveita esse momento. Isso vai ser acertado, não tem jeito para a gente. Acima de qualquer coisa, até das leis, temos que beneficiá-los. Uma comissão foi recebida e já houve um acordo.? Mendes Júnior disse também que o prazo para a entrega das obras é 30 de abril. ?O parque aquático já está colocando água nas piscinas. Nesta quinta começamos a encher a piscina principal.? No início da noite, o presidente do sindicato confirmou a realização da assembléia e afirmou não ter informação oficial sobre o acordo. Ele ressaltou que o Parque Aquático está com o cronograma atrasado e só deve ficar pronto em junho. ?Isso se não chover e não houver imprevistos.? Ao lado do parque estão o velódromo e a arena multiuso, outras instalações dos Jogos Pan-Americanos. Segundo Nilson Duarte, os operários que trabalham nessas áreas podem elaborar também uma pauta de reivindicações. Ele acrescentou que os construtores do Estádio Olímpico acataram as exigências e, por isso, a situação naquele local ?está normalizada?. Orçado em R$ 74 milhões, o Parque Aquático vai receber provas de natação, nado sincronizado e saltos ornamentais.Atualizado pas 19h44 para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.