Robert Durell/Reuters
Robert Durell/Reuters

Organização apoia Schwarzenegger para receber tocha

Eleição do governador da Califórnia para portador da tocha olímpica causa polêmica entre jornais canadenses

EFE,

10 de fevereiro de 2010 | 10h50

O primeiro-ministro da província Colúmbia Britânica, Gordon Campbell, interveio pessoalmente para que o celebre governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, seja portador da pira olímpica dos Jogos de Inverno de Vancouver 2010 em seu trajeto final.

A eleição de Schwarzenegger para fechar o caminho percorrido pela tocha na sexta-feira, dia que começam os Jogos, tem causado polêmica no Canadá em parte por ser estrangeiro.

Mas também alguns protestam que o ex-ator e fisiculturista não é representante do ideal olímpico, por ter sido acusado de utilizar esteroides durante sua carreira esportiva.

O conselheiro do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Vancouver 2010, John Furlong, justificou a eleição de Schwarzenegger, anunciada ontem, pela estreita relação que existe entre a Columbia Britânica e a Califórnia.

Entretanto, Furlong admitiu a rede de televisão canadense CTV que "o primeiro-ministro pediu e eles aceitaram".

Campbell reconheceu que tem uma relação amistosa com Schwarzenegger desde que começaram a trabalhar em um plano de redução de gases para amenizar as alterações climáticas em 2006.

As explicações de Furlong têm deixado muitos canadenses insatisfeitos, especialmente os jornais do país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.