Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Organização prevê três fases da etapa de Pipeline de surfe na quinta e na sexta

Falta de ondas cancelou triagem marcada para esta terça

PAULO FAVERO, enviado especial ao Havaí, O Estado de S. Paulo

08 de dezembro de 2015 | 18h01

A previsão até que era boa, mas a organização da etapa de Pipeline, no Havaí, a última e decisiva do Circuito Mundial de Surfe, preferiu não realizar disputas nesta terça-feira, mas é quase certo que nesta quarta será realizada a triagem que definirá os dois surfistas que vão compor a primeira fase da competição.

O pico da ondulação será à noite, mas logo cedo, nesta quarta-feira, as ondas já terão tamanhos de quase cinco metros, sendo formadas no segundo e terceiro "reefs", que é um pouco mais distante da faixa de areia.

Segundo Renato Hickel, brasileiro que é vice-comissário da World Surf League, a ideia é usar a quarta-feira para fazer a triagem. "Na quinta e sexta-feira, se as previsões se confirmarem, faremos as três primeiras fases, sendo que usaremos o formato de ''dual heats'', ou seja, com duas baterias simultâneas na água na segunda e terceira fase", contou.

Ele explica que a triagem teré premiação de US$ 100 mil, como no ano passado, e dois atletas serão definidos para a disputa principal. Além deles, foram convidados Bruce Irons, irmão de Andy Irons, que é homenageado pelo evento, e o australiano Wade Carmichael, líder da Tríplice Coroa Havaiana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.