Os ''pequenos'' dão as cartas nos Estaduais

Times modestos lideram em Minas, São Paulo, Bahia, Goiás, Ceará...

Fábio Hecico, O Estadao de S.Paulo

22 de março de 2008 | 00h00

A frase "camisa não ganha jogo" pode ser batida, velha, e muitas vezes - certamente na maioria das vezes - não se confirmar. Os ?grandes?, afinal, quase sempre levam vantagem diante dos times mais modestos. Mas ela nunca foi tão usada como neste início de temporada nos campeonatos estaduais. Ainda que a situação possa se modificar até o fim das competições, vários ?pequenos? estão dando as cartas em Estados importantes no futebol, como São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Goiás e Ceará. E também dando trabalho no Rio Grande do Sul. Neste fim de semana, grande parte dos ?azarões? terá testes de fogo diante de rivais fortes.Na capital mineira, onde Cruzeiro e Atlético vêm dividindo as conquistas, o ano é comandado pelo Galo. Não o Galo da capital. Trata-se do Galo Carijó, apelido carinhoso do Tupi Foot Ball Club, de Juiz de Fora. Comandado pelos atacantes Allan, ex-taxista descoberto na várzea com 26 anos (hoje está com 28), e por Ademilson, de 33 - já jogou no México, Bélgica, Turquia, além de Fluminense e Botafogo -, o Alvinegro de 1912 está invicto na temporada. E busca a primeira conquista na elite, após 4 taças do interior. Não bastasse o fato de não saber o que é derrota, ainda se orgulha por ter 75% de aproveitamento dos pontos. Amanhã, enfrentará o maior desafio: o Atlético, no Mineirão.Na Bahia, o topo é do Vitória. Mas o da Conquista. Apelidado de Bode em homenagem ao povo nordestino, o jovem time com 5 anos de existência já está classificado para o quadrangular final há três rodadas e garantiu vaga na Série C do Brasileiro. E espera repetir, nesta tarde, o triunfo do primeiro turno (2 a 1) sobre o xará famoso, agora no Barradão. A frase mais usada pela torcida é "Tatu neles", alusão ao nome de seu goleador (8 gols), um jovem de 23 anos.Ferroviário (88,9% de aproveitamento) e Horizonte (83,3%) estão fazendo Fortaleza e, principalmente o Ceará, que apanhou dos dois, comerem poeira no Cearense. O líder agora fala em aprontar para cima do Fortaleza amanhã, no Castelão.Comandado pelo veterano meia Reinaldo, ex-São Paulo e Botafogo, outro Galo, o da Comarca, faz bonito. É o Anápolis, líder do Grupo B do Goiano. E nada de ser algoz apenas de pequenos. O Tricolor já aprontou para cima da dupla Goiás e Vila Nova, do atacante Túlio, batendo-os por 2 a 1.Não podemos esquecer do Guaratinguetá, em São Paulo, que mesmo em caso de tropeço amanhã, diante do Santos, seguirá na liderança. E, no Gaúcho, o Inter de Santa Maria continua incomodando o xará da capital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.