Ouro nos Jogos da Commonwealth é pega em antidoping

A nigeriana Osayomi Oludamola, campeã dos 100 metros rasos nos Jogos da Commonwealth, deu positivo em um exame antidoping e deve perder a sua medalha de ouro. A atleta africana terminou a prova em segundo lugar, mas herdou a vitória porque a australiana Sally Pearson foi desclassificada por uma largada falsa.

AE, Agência Estado

11 Outubro 2010 | 12h41

Osayomi Oludamola deu positivo para consumo do estimulante proibido metil-hexanamida, informou nesta segunda-feira o presidente da Federação dos Jogos da Commonwealth, Mike Fennell. "Qualquer teste positivo, seja em uma grande competição ou não, é algo que lamentamos muito porque queremos jogos limpos, um esporte limpo e uma competição limpa", disse.

O dirigente explicou que não foi tomada nenhuma decisão sobre as medalhas da prova. "Ainda não sabemos que tipo de danos podem ocorrer com o resultado destes testes, mas queremos informar ao mundo que estamos muito atentos e que os exames e testes de laboratório contam com os mais altos níveis [de confiança]".

Fennell afirmou que Oludamola foi notificada dos resultados e que ela pediu a análise da contraprova. "Isso é algo em que simplesmente temos que trabalhar e asseguramos que fazemos nossa parte em vigiar e eliminar o doping do esporte", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.