Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Alex Cruz/EFE
Alex Cruz/EFE

Ouro olímpico cria problema 'agradável' para seleção mexicana

Técnico acredita que conquista olímpica abrirá uma maior competição entre os jogadores por uma na Copa de 2014

Carlos Calvo, Reuters

14 de agosto de 2012 | 10h47

CIDADE DO MÉXICO - O técnico da seleção mexicana de futebol, José Manuel de la Torre, admitiu na segunda-feira que o inédito ouro olímpico no futebol lhe causa um problema "agradável", por abrir uma maior competição entre os jogadores por uma vaga no time que provavelmente disputará a Copa de 2014.

A seleção sub-23, dirigida por Luis Fernando Tena, venceu o favorito Brasil por 2 x 1 na final olímpica disputada no mítico estádio de Wembley.

"A competição interna é forte, os jovens vêm apertando, a nós cabe escolher e é algo que nos complica, mas é também um problema bastante agradável", disse De la Torre, treinador da seleção principal.

"Nós ficamos muito contentes e orgulhosos, ficou muito claro que dava para ganhar, e fizeram isso como uma grande equipe, aqui não há heróis nem vilões, as conquistas são em equipe, ninguém ganha sozinho", afirmou ele em entrevista coletiva antes de um amistoso do México contra os Estados Unidos.

O encontro de quarta-feira, no Estádio Azteca, na capital mexicana, serve como preparação dos dois times em meio às eliminatórias para a Copa de 2014, que será no Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.