Overdose de cocaína matou ciclista Pantani

A autópsia realizada no corpo do ciclista italiano Marco Pantani determinou que a causa da sua morte foi uma overdose de cocaína. Segundo o relatório entregue pelo legista Giuseppe Fortuni ao procurador Paolo Gengarelli, que investiga o caso, a hipótese de suicídio também foi descartada.Um dos grandes nomes do ciclismo mundial na última década, Pantani morreu aos 34 anos. Seu corpo foi encontrado no dia 14 de fevereiro num quarto de hotel na cidade italiana de Rimini. E o anúncio de sua morte causou comoção em toda a Itália.No relatório, o legista aponta que "as evidências toxicológicas e histológicas convergem a identificar uma intoxicação aguda de cocaína (overdose), com conseguinte edema cerebral e congestão pulmonar, a causa certa da morte de Pantani". Depois, Giuseppe Fortuni descarta uma das suspeitas levantadas na época da morte do ciclista, que vivia uma forte depressão há alguns meses. "Não existem elementos concretos que possam apoiar a hipótese de uma morte causada por uma vontade suicida", diz o laudo.

Agencia Estado,

19 de março de 2004 | 14h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.