Toby Melville/Reuters
Toby Melville/Reuters

Oxford e Cambridge voltam a disputar regata de remo

Competição acontece neste domingo em Londres com as tripulações mais pesadas da história

EFE,

28 de março de 2009 | 19h22

As equipes de remo das universidades inglesas de Oxford e Cambridge se preparam para disputar neste domingo sua tradicional regata anual, de 6,8 quilômetros, pelo rio Tâmisa.

A 155.ª edição da disputa será marcada por uma curiosidade: as tripulações são as mais pesadas da história. Tanto Cambridge como Oxford, que parte como favorita e busca sua quarta vitória em seis anos, têm equipes com um peso corporal considerável.

Os remadores de Oxford têm média de peso acima de 99 quilos, 1,5 a mais por pessoa do que na edição de 2005, quando bateu o recorde. Já a de Cambridge é de 96 quilos. Duas das últimas três provas foram vencidas pela embarcação mais pesada.

Colin Smith, medalha de prata na prova do oito com dos Jogos de Pequim, é o destaque de Oxford, enquanto Cambridge conta com Rob Weitemeyer of Coquitlam, que deu o segundo lugar ao Canadá na prova do quatro com do Mundial de 2004 e o bronze no ano seguinte, mas no quatro sem.

É esperado mais um grande público para acompanhar a tradicional prova de barcos com oito integrantes e um timoneiro, tanto no local como pela televisão.

Mais conteúdo sobre:
OxfordCambridgeremo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.