Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Pai de Jade deve ir à Justiça

O arquiteto César Barbosa, pai de Jade, preferiu não comentar as explicações dadas pelas dirigentes e pelo médico da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG). Mas mantém a intenção de ir à Justiça para contestar o tratamento dado à filha antes da Olimpíada de Pequim e encontrar um responsável pelo quadro clínico da atleta de 17 anos. "Já falei tudo o que tinha para dizer. Agora prefiro esperar. Estou sendo acompanhado por um advogado e, na segunda-feira, teremos uma reunião para decidir o que fazer." A via judicial deve ser tomada de maneira individual e sem a participação do Flamengo, clube que Jade defende e onde voltou a treinar desde o fim da Olimpíada, quando a seleção permanente foi desfeita. A atleta foi proibida pelo clube de conceder entrevistas.Em reportagem publicada pelo ?Estado? na edição de quinta-feira, César afirmou que o diagnóstico de osteonecrose só foi conhecido em uma ressonância magnética realizada há pouco mais de uma semana, depois de a ginasta ter sido encaminhada pelo médico José Luiz Runco, do Flamengo, a um ortopedista. O pai de Jade disse ainda que a atleta reclama de dores desde janeiro, mas que ninguém foi informado sobre qualquer diagnóstico. "Alguém da CBG deveria ter entrado em contato comigo. Afinal, não sou um pai ausente." Para o pai, a lesão prejudicou a ginasta em Pequim - esperança de medalha, ela ficou em 7.º lugar no salto e em 10.º no individual geral.Jade passará por um mês de fisioterapia. O punho direito ficará imobilizado enquanto os treinos no clube serão realizados normalmente, mas utilizando apenas a parte inferior do corpo. Todo o tratamento com o médico Ricardo Laranjeira está sendo pago por César.

AMANDA ROMANELLI, O Estadao de S.Paulo

13 de setembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.