Pai de Reeva Steenkamp diz que Pistorius terá de 'sofrer sozinho'

Barry torce para que atleta paralímpico fale a verdade sobre o caso da morte da modelo

Agência Estado - AP,

23 de fevereiro de 2013 | 10h32

PRETÓRIA - O pai da namorada de Oscar Pistorius, Barry Steenkamp, disse a um jornal da África do Sul que o atleta paralímpico terá que "viver com sua consciência" se ele estiver mentindo sobre a morte dela. Segundo ele, Pistorius vai "sofrer" sozinho se sua afirmação de que ele atirou acidentalmente em Reeva Steenkamp, de 29 anos, for falsa.

O pai de Reeva admitiu que um dia poderá perdoar Pistorius se tiver certeza de que ele está dizendo a verdade.

Depois de três audiências e três adiamentos do julgamento de sua fiança, Pistorius ganhou na sexta-feira, em nova audiência, o direito de responder em liberdade às acusações de assassinato premeditado de sua namorada, na madrugada do dia 14, na casa dele em Pretória, na África do Sul.

O juiz do caso, Desmond Nair, aceitou o pedido de pagamento de fiança feito pela defesa do atleta, após se convencer de que não existe risco de o réu fugir do país enquanto estiver sendo processado.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoOscar Pistoriusassassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.