Palmeiras acerta com mais 2 patrocinadores

O Palmeiras fechou mais dois patrocínios para tentar diminuir as suas milionárias dívidas. Além da escola de inglês Skill, que já vai estampar sua marca na camisa do time no clássico contra o Corinthians, no Pacaembu, o BMG também acertou contrato com o clube.

Daniel Akstein Batista, O Estado de S.Paulo

28 de abril de 2011 | 00h00

O banco já patrocina diversos times no País. No Estado, está com o São Paulo e o Santos. O Palmeiras, entretanto, não deve levar nenhum dinheiro com este acordo. Como deve cerca de R$ 30 milhões ao banco, em empréstimos feitos na gestão de Luiz Gonzaga Belluzzo, o clube na verdade verá essa quantia ser reduzida anualmente.

O contrato deve ser de dois anos, com R$ 7,5 milhões por temporada. Assim, a dívida do Palmeiras com o BMG cairia para R$ 15 milhões.

Para o jogo de domingo no Pacaembu, o volante Marcos Assunção afirmou que, se a defesa alviverde funcionar, o jogo estará ganho. "Se a gente não tomar gol, o ataque resolve, pois está criando", falou, quase se esquecendo do que aconteceu na primeira fase, quando o rival venceu por 1 a 0. "Tivemos mais volume de jogo e criamos pelo menos umas cinco, seis chances de gol. O Corinthians foi lá e em um lance decidiu o jogo", recordou o palmeirense. "A gente carrega isso como lição."

O meia Patrik segue como dúvida, mas pode ganhar vaga de Tinga. Thiago Heleno e Cicinho devem voltar à defesa e à lateral direita, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.