Palmeiras cai para o 3.º lugar

Sport vence o Colo Colo por 2 a 1, de virada, e obriga time paulista a ganhar no Chile, na última rodada

Daniel Akstein Batista, O Estadao de S.Paulo

23 de abril de 2009 | 00h00

Não restará outra alternativa ao Palmeiras a não ser a vitória, na próxima quarta-feira, em Santiago, contra o Colo Colo. É o único resultado que garantirá a classificação da equipe dirigida por Vanderlei Luxemburgo para as oitavas de final da Taça Libertadores da América. Na noite de ontem, pelo Grupo 1, o do time alviverde, o Sport sofreu, saiu perdendo, mas virou e derrotou o Colo Colo por 2 a 1, na Ilha do Retiro, no Recife. Não foi o placar ideal para os palmeirenses.Os pernambucanos assumiram a liderança isolada da chave, com 10 pontos, e garantiram matematicamente a vaga para a próxima fase. Na rodada final, vão enfrentar a já eliminada LDU, em Quito, brigando apenas por uma pontuação melhor. Palmeiras e Colo Colo somam 7, mas os chilenos levam vantagem no saldo de gols - 3 a 1. Por isso, se ambos empatarem, na capital do Chile, o Colo Colo vai avançar na disputa e os brasileiros serão eliminados de maneira precoce.O técnico Vanderlei Luxemburgo e o elenco tinham total interesse na partida de ontem no Recife. Se o resultado ajudasse, os palmeirenses poderiam até viajar para Santiago precisando de um empate. Hoje a comissão técnica deve definir a programação para o duelo decisivo. Como está fora do Campeonato Paulista, Vanderlei Luxemburgo terá mais seis dias para trabalhar a equipe.O JOGOO Sport começou a partida pressionando o Colo Colo, já que apenas a vitória garantiria a classificação antecipada para as oitavas. Um tropeço obrigaria o time comandado por Nelsinho Baptista a conquistar pelo menos um ponto nos 2.820 metros de Quito, onde nunca costuma ser fácil jogar.A equipe da casa, no entanto, não conseguiu criar tantas oportunidades e acabou sofrendo um gol no começo do segundo tempo, num contra-ataque. Millar saiu na frente do goleiro Magrão e chutou bem para fazer 1 a 0.O Sport passou a atacar ainda mais, empurrado por mais de 20 mil torcedores, e viu seu esforço recompensado. Aos 15 minutos, Moacir acertou belo chute, de primeira, e igualou o marcador. Aos 29, Vandinho aproveitou falha da defesa chilena e não desperdiçou: 2 a 1. Festa e alívio para os atuais campeões pernambucanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.