Palmeiras chega a Belém com ânimo renovado

Depois da grande vitória sobre o Santos, equipe enfrenta o Paysandu, amanhã, pela segunda fase da Copa do Brasil

Daniel Akstein Batista, O Estadao de S.Paulo

16 de março de 2010 | 00h00

A eletrizante vitória por 4 a 3, de virada, sobre o favorito Santos, deu um novo ânimo ao Palmeiras. O time, que vinha sendo questionado e criticado pela torcida, chegou ontem a Belém empolgado para o jogo de amanhã contra o Paysandu, pela segunda rodada da Copa do Brasil. E Antônio Carlos já tem a sua equipe ideal definida.

O treinador nunca escondeu sua preferência, desde que foi contratado. Ao contrário de Muricy Ramalho, seu antecessor que alternava os esquemas e colocava o meia Diego Souza para atuar no ataque, Antônio Carlos não inventa e joga sempre no 4-4-2. E com ele é assim: meia joga no meio, atacante, no ataque. Parece óbvio, mas...

Os três gols no clássico da Vila Belmiro confirmaram a titularidade de Robert, que ganhou um novo parceiro na frente: Ewerthon. Léo e Danilo formam a dupla de zaga, amparados por Armero e Eduardo nas laterais, já que Wendel foi para o Goiás e Figueroa, com lesão na coxa, só volta em três semanas.

"A vitória sobre o Santos vai trazer benefícios no futuro. E vamos em busca da classificação para as semifinais do Estadual", disse Antônio Carlos, já projetando um outro objetivo. "Temos de garantir a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil." Se vencer por dois gols de diferença, o time elimina a partida de volta.

Ausente. Marcos desfalcou a delegação que viajou para o Pará. Após afirmar que só atuou contra o Santos por ter tomado "muitos analgésicos e injeções", o camisa 12 ficou em São Paulo. "Ele vai fazer um trabalho específico, fortalecimento muscular", disse o médico Rubens Sampaio.

O goleiro sente dores no ombro e no joelho. "Temos de preservá-lo", contou Sampaio. Deola será o titular amanhã, no Mangueirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.