Palmeiras confirma a classificação e alegra tarde de festa no Pacaembu

Mais de 34 mil torcedores aproveitam o feriado ensolarado para acompanhar a vitória sobre o Santo André por 1 a 0. Kleber perde 3º pênalti seguido

Daniel Akstein Batista, O Estado de S.Paulo

22 de abril de 2011 | 00h00

A ensolarada tarde de ontem na capital paulista foi marcada por algumas cenas, todas direcionadas ao Pacaembu. E todas acompanhadas por gritos de apoio e de festa da torcida palmeirense.

A suada vitória por 1 a 0 sobre o Santo André apenas confirmou a classificação às quartas de final da Copa do Brasil. Uma vaga que parecia já estar garantida, ao menos no pensamento dos torcedores. A primeira cena do jogo começou ainda no caminho do estádio: os pais com seus filhos, famílias unidas para acompanhar um jogo na tarde do feriado de Tiradentes.

O meia Valdivia foi o responsável pelas principais cenas do confronto. O chileno passou o primeiro tempo no chão, por culpa da forte marcação rival. Ele apanhou, levantou e reclamou muito - dos zagueiros do Santo André e, principalmente, do árbitro Raphael Claus.

Na segunda etapa, já com o placar favorável, o Mago abusou dos seus "chutes no ar", em vez de tocar na bola, e irritou adversários - o zagueiro Anderson perdeu a cabeça e foi expulso ao dar um carrinho no chileno, que no fim ainda acertou bola na trave.

A partida não foi tão fácil para o Palmeiras. Com o triunfo de 2 a 1 no ABC, o time até podia perder por 1 a 0 ontem para avançar. Mas, como avisara Luiz Felipe Scolari, o Santo André seria diferente, mais ofensivo.

O que se viu, porém, foram poucas chances de gol, dos dois lados. Se o tempo inicial foi difícil de se assistir - valeu mesmo apenas pela festa da torcida -, após o intervalo as coisas começaram a esquentar e, logo aos 3 minutos, Deola defendeu cabeçada de Célio Codó.

Enfim, o gol. O Palmeiras mereceu vencer pelo que mostrou na etapa final, mas a cena tão aguardada demorou para acontecer. Aos 32, Danilo aproveitou cobrança de escanteio para fazer o gol do jogo. A rede até poderia ter sido balançada ao menos mais uma vez, mas Kleber não é um bom cobrador de pênaltis e acertou a trave - autor dos dois gols no jogo de ida, ele também havia desperdiçado duas cobranças.

O time agora espera uma semana para saber seu próximo adversário. Não deve ter muita surpresa: o Coritiba pode perder por até 3 gols de diferença do Caxias para passar de fase. No domingo, o Palmeiras se volta para as quartas de final do Estadual, no confronto contra o Mirassol.

Na frente. O Ceará jogou melhor e venceu o Grêmio Prudente por 2 a 1, ontem, em Horizonte (CE). O jogo de volta está marcado para quarta-feira, dessa vez em Presidente Prudente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.