Palmeiras: estatísticas para debelar início de crise

O Palmeiras falhou no Paulista e na Taça Libertadores. Mesmo assim, no clube se recorre aos números para mostrar que a situação não é ruim nem há motivos para crise. Já são sete jogos sem derrota - cinco empates e duas vitórias -, incluindo as duas igualdades contra o time uruguaio do Nacional que resultaram na desclassificação da competição continental. O último revés foi para os reservas do Internacional (2 a 0), em 17 de maio.Vanderlei Luxemburgo já disse várias vezes que o time só estará pronto no segundo semestre - declaração não bem aceita no clube. Chegou o momento, então, de mostrar que a equipe está madura e apta a buscar o título nacional - está em 4º, com 12 pontos, 5 a menos do que o líder Atlético-MG.O elenco retoma hoje as atividades, depois de dois dias de folga. Mesmo com a sequência sem derrotas, o time precisa de uma vitória para ganhar novamente a confiança da torcida, ainda descrente após a eliminação na Libertadores. Após empate com o Atlético-PR, por 2 a 2, na Arena da Baixada (Keirrison marcou gol no fim e diminuiu um pouco a pressão), a preparação é para o clássico contra o Santos, domingo, no Palestra.CLÁSSICOA seleção brasileira fez mudar o horário do clássico entre Palmeiras e Santos no próximo domingo das 16 horas apara 18h30, mesmo caso do confronto entre Internacional e Coritiba .

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.