Palmeiras soberano no Palestra

A nova vítima em seu estádio foi o Flamengo: vitória por 1 a 0

Daniel Akstein Batista, O Estadao de S.Paulo

31 de julho de 2008 | 00h00

A liderança do Campeonato Brasileiro, que por muitas rodadas foi do Flamengo, já passou pelo Grêmio e agora é do Cruzeiro, com 30 pontos. Os gaúchos (29) podem retomar a posição hoje com uma vitória sobre o Coritiba. O Palmeiras ainda não teve o gostinho de assumir a ponta do torneio e nem está entre os quatro melhores. Mas a vitória sobre o Fla por 1 a 0, na noite de ontem, no Palestra Itália, o colocou mais perto do seu desejo. Chegou aos 28 pontos, na quinta colocação, e só não está no G4 porque os cariocas, com a mesma pontuação, têm melhor saldo de gols (12 a 8).Empolgados após o triunfo sobre o Santos, semana passada, e o empate com o Grêmio, domingo, no Sul, os paulistas tinham chance de ouro de formar a trinca ontem com outra vitória. O Flamengo, afinal, não vencia há quatro jogos, está em queda livre na competição - de líder há três rodadas caiu para o quarto lugar - e perdeu vários jogadores para o exterior. Apesar da atual fragilidade do adversário, o trabalho foi árduo.A noite começou com festa para Vanderlei Luxemburgo. O treinador chegou aos 300 jogos no comando do Palmeiras, em sua quarta passagem pelo clube, e ganhou uma placa comemorativa do clube: "O Palmeiras representa muito na minha vida", agradeceu o técnico.Empurrado pelos torcedores, o Palmeiras partiu para cima do rival, principalmente pelas laterais. No primeiro cruzamento de Leandro, Alex Mineiro cabeceou com perigo, para fora. Pouco depois foi a vez de Diego Souza assustar o goleiro Bruno, também pelo alto. Em um dos lances mais bonitos do jogo, a bola sobrou para Diego, na entrada da área. Ele chutou forte e obrigou Bruno a fazer incrível defesa.O Fla, aos poucos resolveu se arriscar, e, assim como o adversário, só chegou com perigo quando avançou pelas laterais. Numa jogada bem trabalhada, Jaílton apareceu pela esquerda e chutou para fora. A dupla Diego Tardelli e Obina até que se movimentou bem, mas não conseguiu levar perigo a Marcos.Melhor em campo, o Palmeiras só precisou de tempo para furar a defesa rubro-negra. E foi num dos raros lampejos de criatividade de Valdivia que o zero saiu do placar. O chileno deu passe perfeito para o volante Sandro Silva fazer 1 a 0, aos cinco minutos do segundo tempo.Com ótimo retrospecto nos jogos em casa no ano, o Palmeiras soube aproveitar bem o fator estádio para conseguir um novo triunfo. E nem quando a defesa bobeou os atacantes rivais conseguiram marcar - na melhor chance, Leo Moura chutou, a bola desviou na zaga e Marcos defendeu no reflexo. No final, Ibson ainda reclamou de um pênalti (não marcado) e o Flamengo entrou para a lista das vítimas do Palmeiras no Palestra: já são 12 vitórias e três empates.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.